Guia completo sobre o estilo Bohemian Style ou Estilo Boho

Uma das maiores tendências no mundo da moda, que tem feito a cabeça de diversas fashionistas de plantão, com certeza é o Boho ou Bohemian Style. Porém, para além de sapatos, bolsas, saias, batas e demais peças com modelagens “hippie”, o estilo boho influencia também a arte, a música, o cinema e muitas outras manifestações culturais!

É claro que o que mais nos chama atenção são as cores e estampas exuberantes dos looks das celebridades. Mas veja bem, muito de decoração também tem a pegada boho, por exemplo. Ficou claro que o estilo bohemian style chegou para ficar, não é mesmo?

Foi por isso que a Oh,Boy! preparou um guia completo que trata de arte, moda e decoração no estilo boho chic! Quer ficar por dentro de tudo o que envolve essa tendência atemporal? Continue rolando a página e confira!

O que é e como surgiu o Bohemian Style ou Estilo Boho?

Vamos fazer um exercício? É rapidinho! Pense comigo o seguinte: sabe aqueles filmes antigos, com uma pegada hippie, em que as mulheres usam faixas na cabeça, saias com estampas coloridas, homens com camisa de algodão com três ou quatro botões abertos, rodeados de amigos, tocando violão e jogando conversa pro ar?

Duas mulheres sorrindo

Bem, as origens do estilo boho estão relacionadas – um pouco – a essa nossa ideia sobre o conceito hippie, que transforma cenas como essa que você imaginou em algo imortal. Contudo, ao contrário do que muitos pensam, o Boho não começou ligado a uma tendência naturalística, com apreço aos animais e natureza.

Na verdade, o termo Boho é originário de Bohemian, que referencia os boêmios europeus, artistas, filósofos, músicos e intelectuais da década de 20, que inegavelmente inspiraram gerações e continuam até hoje servindo de base para diversas vertentes culturais.

Foi somente na década de 70 que muitos elementos do estilo boho ficaram conhecidos do público londrino, sendo manifestado por hippies, que priorizavam uma estética própria, desapegada, misturando inúmeras outras vertentes étnicas, como indígena, cowboys, ciganos e inclusive camponeses.

Já conseguiu começar a colocar os pingos no “is” ai na sua cabeça, né? É possível imaginar agora traços dessas etnias em muitas peças boho chique que vemos por aí, concorda?

Pois é, essa grande sensação ressurgiu em 2004 como uma moda própria para festivais de música como Lollapalooza, Coachella e Glastonbury, lembrando os looks dos anos 70, porém mais estilizados e sofisticados.

O “bum” boho foi tão expressivo que hoje as músicas que conhecemos por Indie, por exemplo, carregam acordes muito semelhantes às músicas folk e countries. Além disso, o nicho de decoração contempla cada vez mais móveis e peças decorativas com traços da moda dos anos 70.

Ou seja, o bohemian style, estilo boho, boho chique, enfim… qualquer um desses nomes que você escolher, nada mais é do que uma releitura de um conceito vintage que está relacionado a inúmeras manifestações culturais, como moda, música e decoração, e ganhou uma repaginada para os dias atuais.

Cultura Bohemian Style ou Estilo Boho

Ficou bastante claro que o estilo boho não é exclusividade da moda, certo? Inclusive, isso é tão verdadeiro, que se você lembrar, ele ganhou notoriedade em festivais musicais, né? Por isso, muito mais do que abrilhantar as passarelas, o boho estabeleceu um novo conceito cultural, que homenageia tendências, costumes e formas de pensamento de diversos povos.

Por isso, se você realmente é um apaixonado pelo boho, conhecer bandas e artistas que reafirmam essa cultura é super interessante! Continue acompanhando com a Oh,Boy! que nós te levaremos para um percurso com paradas na moda, música, decoração e cinema, para te mostrar que o boho chique vai além de roupas e acessórios estilosos.

Estilo Boho na Moda

Lembra que nós falamos que o estilo boho se inspira em muitos outros estilos? Pois é, na moda isso fica ainda mais nítido, pois basta misturar elementos folks, hippies, western, rock e romântico que você consegue montar um look completamente bohemian.

O mais legal dessa nova geração boho é que, além de unir aspectos lá da década de 70, também é possível estar completamente bem vestida com conforto e praticidade. Essa é a grande sacada desse estilo, pois ele realmente vem com a ideia de “comodidade que é chique”!

Mas quando usar o boho chique? Bem, não existe um consenso para isso, não é mesmo? Existem looks boho que são exuberantes, ótimos para sair a noite ou até mesmo ir a uma formatura e casamento.

É muito comum as pessoas pensarem que o estilo boho chic deve ser usado exclusivamente como um look para o dia a dia, trabalho e estudo, ou seja, em eventos mais informais. No entanto, ele é tão versátil que permite te deixar bem vestida e elegante em qualquer situação!

Duas mulheres na areia da praia, uma com vestido e a outra com short e cropped

  • Cores: há uma preferência por tons terrosos, como o terracota, mostarda, caramelo, porém também recebe bem cores entre o verde musgo, vinho e turquesa. Ah, os off whites, como o famosinho bege, também são cores coringas do estilo.
  • Tecidos: já nas linhas, os tecidos que prevalecem são certamente os naturais, como algodão, couro, tricô e crochê. Porém, também é possível reconhecer peças em camurça, chamois, renda, e jeans. O que interessa nesse caso é que eles sejam leves, com balanço e esvoaçantes – com exclusão do jeans, claro – pois trazem essa ideia de peace&love própria do estilo hippie.
  • Peças essenciais: algumas peças são coringas quando pensamos em estilo boho. Coletes, saias, ponchos, vestidos, kimonos, calças flare e batas são um ótimo exemplo. Porém também é possível trazer para a tendência outros elementos como calças jeans com lavagens detonadas, rasgos e puídos e camisas.
  • Acessórios: os acessórios sempre foram nossa arma secreta para estabelecer um conceito, no estilo boho isso não é diferente. Colares longos, maxi brincos, braceletes, pulseiras diversas, lenços, chapéus e muitos – mas muitos – anéis são ótimos quando queremos realmente estar com tudo harmônico e bohemian.
  • Sapatos: lembra das botas com franjas? Aqui você pode abusar delas. Na verdade, todo o estilo boho chique permite o uso de peças com franjas. Mas pensando nos sapatos, para além das botas, modelos de sandálias rasteiras, ankle boots e até mesmo aquele all star mais velhinho são ótimos exemplos.
  • Penteados: nos cabelos podemos ver como tendência boho as tranças e tiaras com aplicações naturais, como penas, pedras e couro. Além disso, as madeixas bagunçadas são o carro chefe na questão penteados, porém podemos incluir os lisos com franjas, que tão ficam uma fofura no boho.
  • Maquiagem: esqueça a pele carregada, pois no boho chique o que prevalece é o all natural. Ou seja, uma pele bem hidratada, preparada com uma base e corretivo leves, batons mais claros para o dia e um bom vermelho sangue para noite são suficientes. Ah, os olhos permitem ousadia, como delineados gatinhos, um rímel potente e esfumado em tons terrosos.

Estilo Boho na Decoração

Existem elementos na moda boho que se repetem na decoração, como as cores predominantes, estampas e tipos de tecidos mais usados. Contudo, os adereços decorativos ganham destaque, e são perfeitos para deixar seu ambiente ainda mais bohemian style.

  • Nas paredes: quadros com molduras em madeira natural são perfeitos. Além disso, escolher imagens que façam referência ao vintage ou natureza também agregam muito ao espaço. Você também pode incluir detalhes em crochê, como no caso do macramé, e diversos tipos de plantas aéreas, como samambaias e jiboias.
  • No chão: os tapetes certamente ganham destaque. Modelos com temáticas étnicas e em crochês ganham destaque. Porém, você também pode incluir os trançados em palha, que – por serem naturais – são ótimos para te ajudar a compor o estilo boho chique também no chão.
  • Utensílios domésticos: pratos e xícaras com pegada mais vintage, estampas florais, de folhagens e Tie Dye, são perfeitos para agregar um toque boho a sua cozinha e sala de jantar. Talheres com aplicação em madeira também são perfeitos. Para servir uma mesa, priorize um belo arranjo de flores silvestres, jogos americanos em palha ou linha e copos com texturas mais rústicas!

Estilo Boho na Música

Assim como as demais manifestações culturais – moda e decoração – o boho na música também tem raízes que não são desse tempo. Buscando referências no folk, indie, rock e até mesmo country.

Por isso, é muito comum ver os amantes do boho transitando entre esses estilos musicais e aderindo a novas bandas que misturam todos eles. Por isso, novas pegadas como soft indie, folk rock e indie folk têm surgido, a fim de modernizar e dar mais autenticidade ao novo jeito de encarar a cultura hippie dos anos 70.

Ótimos exemplos de bandas e cantores que transitam entre o estilo boho é Florence and The Machine – a vocalista usa modelos incríveis de roupa boho. Tame Impala, que possui uma linha bastante próxima entre o indie e o eletrônico e The Killers, que traz elementos do rock unidos ao indie e folk.

Mulher com short e jaqueta jeans e um cropped estampado

  • Músicas para ouvir no estilo boho: Dogs Days Are Over (Florence and the Machine); The Less I Know the Better (Tame Impala); Mr. Brightside (The Killers); Chelsea Dagger (The Fratellis) e Video Games (Lana Del Rey);

Estilo Boho no Cinema

No cinema é possível reconhecer diversos longas que abordam a temática hippie, afinal de contas com a influência do famoso Festival de Woodstock, inúmeros diretores e roteiristas pensaram em retratar a maneira como a cultura moldou os pilares sociais de diversas gerações.

Um ótimo exemplo de diretor que adora retratar elementos da cultura hippie e faroeste – movimentos que deram forma ao boho – é Quentin Tarantino. Para além das cores fortes e humor ácido de Tarantino, filmes como Django retratam com fidelidade o estilo country da época. Outro ótimo filme é Era Uma Vez em Hollywood, que aborda a influência hippie nos anos 70.

  • Filmes relacionados ao estilo Boho: Os Oito Odiados (Quentin Tarantino); Sete Homens e Um Destino (John Sturges); Na Natureza Selvagem (Sean Penn); A Insustentável Leveza do Ser (Philip Kaufman); O Diabo de Cada Dia (Donald Ray Pollock) e Midsommar (Ari Aster).

Ufa, é muita coisa que envolve o estilo boho, não é mesmo? Contudo, ele já se tornou tão frequente em nosso cotidiano que garanto que muito do que falamos aqui, sugestões de filmes e música, você já deve ter assistido ou ouvido, concorda?

É isso que é interessante na sociedade, essa capacidade que diferentes estilos tem de moldar aspectos de uma própria cultura! Entender como isso afeta a moda, cinema, música e arte é também conhecer um pouco daquilo que nos constitui e nos faz sermos assim, pessoas que também unem diversos estilos.

Gostando do nosso conteúdo? Aqui no blog da Oh,Boy! nós trazemos posts semanais sobre tendências de moda, cultura e arte! Continue conosco e aconfira nosso texto sobre os diferentes tipos de estampas e encontre aquelas perfeitinhas para o estilo boho!

Anterior

5 dicas para usar cintos e fazer combinações incríveis!

Bolsa baguete: guia definitivo sobre como usar com seus looks!

Próximo

Deixe um comentário